Quais as atribuições de um supply chain analyst?

4 minutos para ler

Dentro de um setor de logística, há diversos profissionais que têm funções estratégias para uma otimização do trabalho do negócio. Afinal, estamos falando de uma área vital para as empresas, principalmente por estar tão intimamente ligada tanto com o setor de produção quanto com o cliente final.

Neste cenário, podemos falar sobre a importância do profissional de supply chain analyst. Ele é fundamental para o sucesso das estratégias relacionadas com SCM. Neste artigo falaremos sobre suas funções, o perfil do profissional e sua importância para a empresa. Boa leitura!

Quais as funções de um supply chain analyst?

O supply chain analyst, como o próprio nome sugere, está intimamente ligado com as atividades relacionadas com a cadeia de suprimentos.

Ele está correlacionado com a realização de algumas atividades essenciais para uma melhor gestão, tais como:

  • realização de um controle de estoque eficiente;
  • redução de custos de processos;
  • análise de fornecedores para verificação se há a possibilidade de reduzir gastos e ter maior eficácia;
  • busca e verificação das melhores condições de importação de suprimentos;
  • garantia de rapidez na cadeia de suprimentos;
  • garantir entregas rápidas e seguras;
  • conseguir atender, de forma assertiva, a demanda dos clientes.

Como você pode ver, ele tem uma grande responsabilidade acerca dos processos logísticos e, por isso, é fundamental que o profissional atue de forma consistente para conseguir os objetivos propostos para a empresa.

Quais as exigências do mercado para este profissional?

Diante da responsabilidade do supply chain analyst, é fundamental saber identificar qual o perfil do profissional para trabalhar nessa área e obter melhores resultados. Diante disso, vamos mostrar a seguir alguns dos principais pontos que esse profissional deve ter.

Formação

O primeiro ponto é abordar as formações principais que o supply chain analyst costuma ter. Normalmente o profissional deve ser formado em Administração de Empresas ou Logística. É desejável, também, que tenha um MBA na área de gestão, administração ou logística. Também é desejável a fluência em inglês, para conversar com possíveis fornecedores internacionais.

Ser organizado

Para identificar como conseguir realizar um processo de gestão da cadeia de suprimentos de forma eficiente, é fundamental que o profissional seja organizado. Isso é um importante diferencial, por exemplo, em casos de aumento de demanda, no qual ele será o responsável por manter a cadeia logística funcionando, reduzindo os atrasos da melhor forma. Isso só é possível por meio de uma organização impecável do estoque, dos dados, observação da produção, entre outros.

Ser estratégico

Um bom analista consegue identificar quais são os momentos nos quais há um aumento considerável de demanda para evitar que, nesses momentos, ocorra falta de produtos, insumos para a produção, falta de capacidade para absorver o transporte de produtos para o cliente final, entre outros. Isso só é possível com um pensamento estratégico eficiente.

Atualizar-se com novas tecnologias

Uma série de ferramentas e softwares são lançados constantemente com o objetivo de otimizar a gestão da cadeia de suprimentos por meio de avanços tecnológicos. Um bom analista deve, portanto, buscar quais delas são as mais utilizadas, de que forma elas são implementadas, quais são os melhores fornecedores de tecnologia, entre outros.

Quais os benefícios de ter um supply chain analyst na equipe?

O analista de supply chain tem, como responsabilidade, fazer com que a gestão da cadeia de suprimentos seja feita da forma adequada e, consequentemente, gerar os benefícios esperados.

Um bom analista consegue identificar a atual situação e aplicar as medidas necessárias para obter vantagens, tais como:

  • redução de riscos logísticos;
  • integração de operações;
  • automação de processos internos;
  • aumento da produtividade do setor logístico;
  • aumento da rentabilidade;
  • adoção de melhorias importantes internamente que contribuem para melhores resultados logísticos;
  • adoção efetiva do SCM.

Um supply chain analyst tem uma função estratégica e fundamental para as organizações. Sem isso, o setor de logística poderá ter complicações severas na adoção do supply chain management — algo fundamental para as empresas atualmente.

Para isso, é importante dominar esse conceito e compreender por que deve ser adotado nas organizações. Veja 6 vantagens que ele traz e entenda os motivos pelos quais é necessário implementá-lo e tire suas dúvidas sobre o tema.

Posts relacionados

Deixe uma resposta