Entenda como o Supply Chain 4.0 está revolucionando a logística

3 minutos para ler

As transformações digitais dos últimos anos alteraram significativamente todos os setores da indústria. É, a partir disso, que surge o conceito de Indústria 4.0, derivada da Quarta Revolução Industrial.

Como consequência, uma série de outros conceitos passam, também, a se relacionarem com esse novo momento do setor industrial. Um deles, por exemplo, é o Supply Chain, um conceito bastante caro para o setor logístico.

Entenda como ele está revolucionando essa área e quais seus principais desafios. Boa leitura!

O que é o Supply Chain 4.0?

O Supply Chain 4.0 tem como ponto de partida a Quarta Revolução Industrial, que trouxe mudanças significativas, com a adesão de tecnologias importantes nas indústrias e empresas, tais como:

  • Internet das Coisas (Internet of Things, ou IoT);
  • Inteligência artificial;
  • Computação em nuvem;
  • Machine learning, entre outros.

Sendo assim, é um conceito no qual é possível aplicar essas tecnologias que falamos acima nas rotinas logísticas das organizações, promovendo uma maior integração entre os setores e melhorando a gestão da cadeia de suprimentos.

Quais os impactos positivos do Supply Chain 4.0?

Como essa mudança está trazendo mudanças significativas para as organizações que aderem o Supply Chain 4.0? Veja as principais delas a seguir.

Automação de processos

Com a inserção das tecnologias como IoT, inteligência artificial e machine learning, é possível automatizar uma série de etapas importantes da cadeia de suprimentos, tais como:

  • análise de indicadores de estoque e vendas;
  • verificação de entrada e saída de itens;
  • integração com soluções utilizadas em outros setores do mercado;
  • facilidade de planejamento e reposição de itens.

Maior agilidade nas atividades

Com o uso das tecnologias de automação e controle, é possível ter uma maior agilidade nos processos internos da cadeia de suprimentos. Uma separação de itens para ser retirado do estoque e encaminhado para transporte é feita de forma ágil, pela facilidade gerada pelos softwares destinados a esse fim.

O mesmo ocorre na chegada de itens no estoque. O sistema já aponta, de forma automatizada, o melhor local para automação, algo que demoraria bem mais caso fosse feita a análise de forma manual.

Maior controle da cadeia produtiva

Com a Internet das Coisas e soluções que implementam inteligência artificial e machine learning, é possível observar de que forma ocorrem os processos da cadeia produtiva e se eles estão, de fato, sendo efetivos e produtivos, ou se há gargalos que impedem o alcance de resultados.

Quais os principais desafios do Supply Chain 4.0?

Com os benefícios, surgiram também uma série de desafios para a implementação do Supply Chain 4.0, junto com a Indústria 4.0. Veja os principais deles a seguir:

  • conciliar a dicotomia entre o foco em flexibilidade ou em custo, já que isso envolve um maior gasto inicial;
  • lidar com um maior volume de dados;
  • ter profissionais capacitados para trabalharem neste novo cenário;
  • atualizar o maquinário para implementar as soluções tecnológicas;
  • saber customizar a produção.

Entender os benefícios e os desafios do Supply Chain 4.0 é fundamental para entender não só a sua importância, mas também minimizar chances de problemas que podem ocasionar perdas produtivas, falhas e gargalos nos processos.

Quer mais dicas para potencializar os resultados do seu setor logístico? Assine nossa newsletter! Enviaremos os melhores conteúdos diretamente para seu e-mail!

Posts relacionados

Deixe uma resposta