Separamos 4 dicas para otimizar a gestão da cadeia de suprimentos

4 minutos para ler

Otimizar cadeia de suprimentos tornou-se um processo cada vez mais complexo a partir da ascensão de novas tecnologias. Uma vez que, exclusivamente composta de sistemas internos, a gestão teve seus desafios expandidos grandemente devido à proliferação de redes computadorizadas e ferramentas digitais nas últimas duas décadas.

Tais inovações abriram as portas para a verdadeira colaboração entre parceiros, distribuidores e fornecedores, estendendo-se para muito além das quatro paredes físicas de uma organização.

Embora não haja um único manual para garantir o sucesso em um mercado global incrivelmente dinâmico, apresentamos, a seguir, quatro dicas que devem ser consideradas a fim de otimizar processos para a gestão da cadeia de suprimentos em sua organização. Boa leitura!

1. Entenda o que é a gestão de suprimentos e sua importância dentro de uma empresa

A gestão da cadeia de suprimentos é a racionalização ativa das operações realizadas para maximizar o valor oferecido aos clientes e obter vantagens competitivas. Ela representa o esforço dos fornecedores em desenvolver e implementar processos tão eficientes e econômicos quanto possível.

Em outras palavras, a cadeia de suprimentos abrange desde a produção até o desenvolvimento de produtos, os sistemas de informação necessários para dirigir esses empreendimentos e o escoamento de sua produção, sendo indispensável para o sucesso de uma organização.

2. Pense globalmente, mas atue localmente

Essa não é apenas uma referência geográfica, mas um ponto importante a considerar ao pensar estrategicamente sobre a cadeia de suprimentos. As empresas devem refletir intensamente em termos de oportunidades globais para a aquisição de bens e serviços.

Os fabricantes, por sua vez, devem cogitar o emprego de vários canais, além de determinar os níveis ideais de inventário a cada processo estabelecido. Isso envolve adotar medidas de otimização local para maximizar o retorno sobre investimento em recursos críticos, tais como infraestrutura, tecnologia e ativos em geral.

3. Foque em seu core business e terceirize atividades secundárias

Muitas organizações tentam implementar tudo sozinhas ou não percebem que podem terceirizar tarefas repetitivas ou processos de negócios (por exemplo, determinar a rede de distribuição, efetuar pagamentos, realizar auditorias de contas de frete, aprimorar seus sistemas de informação etc.).

Frequentemente, parece que utilizar os recursos internos da empresa é a melhor opção para realizar tarefas dessa natureza a curto prazo. Todavia, confiar tarefas secundárias a empresas especializadas já se mostrou uma alternativa amplamente vantajosa a longo prazo, uma vez que a possibilidade de centrar esforços em seu core business é fundamental para o crescimento de qualquer negócio.

4. Aposte na colaboração entre a empresa e seus fornecedores

Incrementar a colaboração entre a empresa e seus fornecedores ajuda a otimizar a gestão do estoque, melhora as taxas de atendimento e assegura a disponibilidade dos produtos ou matérias-primas necessárias, aumentando, consequentemente, as margens de lucro e a rentabilidade da sua organização.

Atualmente, há soluções tecnológicas que oferecem inúmeras oportunidades para a colaboração. Ao passo que há, também, uma enorme proliferação de dados disponíveis para serem analisados, os próprios avanços em capacidade de processamento e conectividade permitem testar melhorias em áreas cada vez mais abrangentes e, assim, garantir a eficiência em otimizar cadeia de suprimentos.

Gostou do post? Então, assine nossa newsletter e receba todas as novidades do Blog!

 

ORBIT Logistics é um dos principais fornecedores mundiais de soluções de gerenciamento de estoque (VMI – Vendor Managed Inventory e SCM – Supply Chain Management) e aquisição de dados em tempo real.

Nossa empresa, fundada em 2003, fornece um sistema modular para gerenciamento e automação da cadeia de suprimentos, atendendo clientes globais a partir de escritórios em Leverkusen (Alemanha), Atlanta (EUA), São Paulo (Brasil) e Shanghai (China). Uma equipe altamente qualificada, composta por mais de 40 engenheiros e técnicos, oferece soluções “turn key” personalizadas para gestão e monitoramento de processos.

Para mais informações:

ORBIT Logistics Brasil
www.orbitlog.com.br
dante@orbitlog.com.br

Tel.: +55 (11) 3796-1755 / 1756
Cel.: +55 (11) 96420-1701

Posts relacionados

Deixe uma resposta