Qual é o salário dos profissionais de compra e suprimentos?

7 minutos para ler

A média salarial é um tema muito procurado por profissionais que se preocupam com sua carreira e com melhores oportunidades de emprego, principalmente em época de crise, como a que temos vivenciado. Neste post, falaremos exatamente sobre o salário dos profissionais de compra e suprimentos.

A remuneração pode variar de acordo com vários fatores. Citaremos alguns deles, como a localização, o segmento de mercado e o nível profissional. Com base nesses critérios, você terá uma noção da média salarial dos profissionais de logística. Continue acompanhando!

 

As atribuições do profissional de compra e suprimentos

Um profissional responsável pela área de compra e suprimentos vai precisar mais do que apenas a habilidade de não deixar nada faltar dentro do estoque da empresa. Algumas de suas responsabilidades são:

Otimizar os gastos

Existe uma razão para o profissional de compra e suprimentos ter autonomia e acesso a dados como o fluxo de caixa do empreendimento. Ele precisa aprender a otimizar os gastos que a empresa faz. 

Isso vai acontecer a partir do momento em que ele entende qual a demanda do negócio e, por isso, não faz pedidos em quantidade além da necessária e também não deixa que nada falte.

Esse profissional também tem a responsabilidade de negociar com os fornecedores e conseguir preços abaixo do esperado. Diminuindo os gastos e aproveitando melhor os recursos da empresa.

Aumentar a competitividade da empresa

A pessoa que trabalha na área de compras e suprimentos deve entender que ela precisa aumentar o poder de compra que a empresa tem. Isso é possível a partir do momento em que ela consegue preços mais baixos para os produtos que o empreendimento necessita. Assim, é possível comprar mais gastando menos. 

Essa ação também aumenta a competitividade do negócio no mercado. Afinal, será possível lucrar mais e fazer mais investimentos à medida que os custos iniciais forem menores, auxiliando assim toda a parte de desenvolvimento da empresa e destinando, da melhor forma possível, os recursos que possui.

Identificar as oportunidades

Um diferencial muito importante de um profissional em compras e suprimentos é conseguir identificar as melhores oportunidades de negócio. Hoje, é preciso saber com quem negociar e de forma que isso se torne lucrativo para empresa. 

Também é essencial encontrar o melhor momento para fazer a negociação do preço de um produto ou matéria-prima que a empresa faz uso. Essa atitude mostra que o profissional consegue identificar e aproveitar as oportunidades, de forma que a empresa consiga ter a maior margem de lucro possível.

Gerenciar os fornecedores

Outra responsabilidade de uma pessoa que trabalha com a parte de compras e suprimentos dentro da empresa é o gerenciamento dos fornecedores. É preciso saber identificar com quem trabalhar. Infelizmente, não é em todo mundo que se pode confiar.

Não trabalhar com as pessoas certas pode gerar mais problemas do que benefícios ao longo do tempo. Por isso, esse profissional precisa desenvolver métodos para avaliar e gerenciar os fornecedores, de forma que garanta a qualidade dos seus serviços e se cumpra o prazo de entrega que foi estabelecido para o seu cliente final.

 

A formação necessária para atuar nessa área

Para definir de forma adequada o salário dos profissionais de compra e suprimento dentro da sua empresa é preciso conhecer o que cada um deles precisa fazer para se tornar habilitado para executar as funções exigidas pela profissão.

Hoje, existem cursos técnicos em logística e também a faculdade na área. Então, a formação necessária dependerá do que você espera do profissional. Caso seja necessário apenas um assistente, por exemplo, pode ser indicado a contratação de um estudante.

Agora, quando a responsabilidade precisa ser maior, é indicado alguém que tenha todo o conhecimento necessário, sendo indicado o técnico em logística. Vale a pena lembrar que o coordenador e o diretor dessa área precisam de conhecimentos mais específicos e talvez seja necessário buscar no mercado uma pessoa com uma formação acadêmica em logística.

 

O salário mínimo para o ramo

Embora algumas profissões tenham um salário mínimo definido, isso não ocorre com a área de logística. O salário mínimo para um profissional do ramo pode variar principalmente de acordo com o setor, sendo os mais comuns os de serviço, comércio, transporte e industrial.

Porém, para que você tenha uma noção dos pisos salariais para os profissionais de compra e suprimentos, listaremos uma média salarial a seguir, tendo como referência empresas de médio a grande porte de setores variados:

  • assistente de Logística: R$ 2.505;
  • analista de Logística: R$ 2.939;
  • coordenador de Logística: R$ 7.533.

Cabe alertar uma exceção para os Engenheiros Logísticos. Diferentemente dos cargos anteriores, os engenheiros possuem um piso salarial padrão, definido por lei, baseado no salário mínimo e válido em todo o Brasil. A média é estabelecida com base na jornada diária de trabalho:

  • 6 horas diárias: 6 salários mínimos;
  • 7 horas diárias: 7,25 salários mínimos;
  • 8 horas diárias: 8,5 salários mínimos.

 

A média de salário dos profissionais de compra e suprimentos

A formação acadêmica influencia na remuneração. Um profissional graduado provavelmente terá um salário mais alto do que um com formação técnica. O setor industrial é o mais beneficiado por maiores remunerações. Confira a média de salários definida por setores:

  • setor industrial: salário de R$ 1.570 para Auxiliar de Logística e Suprimentos até R$ 15.269 para Gerente de Logística e Suprimentos;
  • setor de prestação de serviços: salário de R$ 3.798 para Analista de Logística e Suprimentos até R$ 10.212 para Gerente de Logística e Suprimentos;
  • setor comercial: salário de R$ 1.406 para Auxiliar de Logística e Suprimentos até R$ 13.510 para Gerente de Logística e Suprimentos.

Abaixo, você encontra a remuneração classificada por cargo, definida pela Catho:

Assistente em Logística

  • mínima: R$ 840;
  • média: R$ 1.516;
  • máxima: R$ 2.420.

Técnico em Logística

  • mínima: R$ 1.429;
  • média: R$ 1.920;
  • máxima: R$ 2.617.

Supervisor de Logística

  • mínima: R$ 2.020;
  • média: R$ 3.420;
  • máxima: R$ 5.842.

Coordenador de Logística

  • mínima: R$ 2.354;
  • média: R$ 3.850;
  • máxima: R$ 6.440.

Diretor de Logística

  • mínima: R$ 15.000;
  • média: R$ 15.452;
  • máxima: R$ 22.000.

 

Os salários para cargos públicos

Há também oportunidades na carreira pública, principalmente para os Técnicos em Logística. Um bom atrativo dos empregos públicos é, em geral, a estabilidade no emprego. Outro diferencial, especificamente para os Logísticos, é a possibilidade de trabalhar no interior, onde há menos vagas que nas capitais.

Para um Técnico em Logística no interior da Bahia, por exemplo, o salário pode chegar a R$ 1.200. Um Analista de Comercialização e Logística Júnior, na Petrobras, pode ganhar mais de R$ 4.000. Interessante, não?

Agora você está por dentro do salário dos profissionais de compra e suprimentos. A área de logística oferece oportunidades variadas para atuação no mercado de trabalho e dispõe de salários relativamente atrativos.

Conseguiu perceber como é um importante investir em um bom profissional de logística e quanto isso vai custar para a sua empresa? Quer receber artigos de qualidade como esse no e-mail? Assine a nossa newsletter!

 

ORBIT Logistics é um dos principais fornecedores mundiais de soluções de gerenciamento de estoque (VMI — Vendor Managed Inventory e SCM — Supply Chain Management) e aquisição de dados em tempo real.

Nossa empresa, fundada em 2003, fornece um sistema modular para gerenciamento e automação da cadeia de suprimentos, atendendo clientes globais a partir de escritórios em Leverkusen (Alemanha), Atlanta (EUA), São Paulo (Brasil) e Shanghai (China). Uma equipe altamente qualificada, composta por mais de 40 engenheiros e técnicos, oferece soluções “turn key” personalizadas para gestão e monitoramento de processos.

 

Para mais informações:

ORBIT Logistics Brasil
www.orbitlog.com.br
dante@orbitlog.com.br

Tel.: (11) 3796–1755 / 1756
Cel.: (11) 96420–1701

Posts relacionados

Deixe um comentário