Entenda por que mapear a jornada do cliente é tão importante

7 minutos para ler

Muitas empresas se preocupam em mapear a jornada do cliente; a ação ajuda a perceber se as suas expectativas foram realmente atendidas com o serviço da empresa e se ele está satisfeito com a contratação ou compra.

Esse processo é fundamental para fidelizar os consumidores e mostrar que, além da venda, a empresa se interessa em saber se eles estão realmente desfrutando do produto ou serviço oferecido.

Nesse contexto, torna-se importante mapear a jornada do comprador. Mas o que é esse mapeamento? Para saber um pouco mais sobre esse assunto e entender como você pode implementar essa estratégia na sua empresa, continue lendo o nosso post. Vamos lá?

Entenda o que é mapear a jornada do cliente

Mapear a jornada do cliente, basicamente, significa que você vai dar atenção à história dele com a sua empresa. Isso serve para ter uma visão ampla da sua experiência desde o primeiro contato até o engajamento que vocês tiveram a longo prazo.

Os principais itens que merecem atenção, durante a aplicação dessa estratégia, são:

  • a prospecção que acontece quando alguém pesquisa sobre a sua marca, produtos ou serviços que você tem a oferecer;
  • o contato inicial;
  • a oferta do que sua empresa pode fazer para ajudar a resolver problemas;
  • a avaliação do público;
  • o fechamento do contrato;
  • o pós-venda.

Saiba como fazer esse mapeamento

O primeiro passo para conhecer bem o seu comprador é dar atenção a quem ele é. Isso é mais do que apenas saber qual é o seu público-alvo. Você pode elaborar uma persona — que é a representação fictícia do seu cliente — por meio de pesquisas que mostram quem realmente vai consumir o que você tem a oferecer.

A partir desse momento, é possível saber como elaborar uma campanha de marketing de forma que chame a atenção de pessoas com o perfil certo. Afinal, dessa forma, você adquire informações e habilidades como:

  • capacidade de pensar como o consumidor, por meio da criação de uma persona
  • análise sobre qual canal vai conseguir interagir com o público-alvo;
  • visão de como os seus produtos são oferecidos e quais os melhores meios de garantir a satisfação pós-compra;
  • percepção de maneiras de melhorar o seu mapa da jornada com o comprador.

Conheça as principais vantagens em utilizar essa estratégia

Para entender um pouco mais sobre a importância de fazer o mapeamento do percurso da persona até a sua marca, é importante levar em consideração os benefícios que o negócio vai obter por fazer isso.

O principal deles é o maior entendimento da interação das pessoas com o negócio. Ou seja, saber o que os motivam a procurar a sua marca e como eles terão o que desejam com o seu serviço ou produto.

Outra vantagem é o esclarecimento de informações. Assim, as dúvidas de como é preciso lidar com o consumidor são reduzidas e você saberá quais os melhores métodos para adotar e agradá-lo, sem dar aquela impressão de bajulamento ou relação forçada.

Além disso, essa estratégia permite centralizar as necessidades do comprador. Trata-se de se colocar no lugar dele e deixar evidente que a empresa se importa com a sua opinião. Afinal, por mais que a qualidade do serviço seja importante, ele precisa sentir confiança de que está sendo ouvido e atendido.

Com a aplicação de estratégias como o mapeamento da jornada, a marca gera um diferencial entre os concorrentes, de modo que consegue aumentar itens como a sua competitividade no mercado, a fidelidade dos clientes atuais e a prospecção de novos interessados.

Saiba o que é a jornada do cliente

Em primeiro lugar, é necessário compreender o que isso representa antes de analisar como é feito o processo de mapear a jornada do cliente. Pois bem, o contato entre empresa e consumidor é o que realmente faz com que haja um bom relacionamento e uma conexão, que no futuro resulte em muitas vendas.

Nessa perspectiva, a jornada corresponde ao desenvolvimento de ações em cada uma das etapas envolvidas no processo de compra. Afinal, é preciso destacar que o ato de adquirir algum produto ou serviço é feito de forma gradual e direcionada, por isso o uso desse termo.

Essa abordagem gera a possibilidade de a empresa desenvolver ações que resultem na maximização de oportunidades de negócio. Com isso, a decisão de compra pode ser pautada na confiança desenvolvida e no relacionamento realizado.

Isso ajuda muito na quebra das objeções existentes ao adquirir algo. Tudo isso demonstra o papel estratégico da trajetória do consumidor no processo de planejamento das vendas e no oferecimento de soluções aos compradores em potencial. Pense nisso!

Veja como fazer o mapeamento da jornada do cliente

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o assunto, fica mais fácil evoluir para o próximo passo: colocar em prática os conceitos. No início, isso pode soar um pouco estranho, mas fique tranquilo que vamos demonstrar como é possível aplicar as metodologias da jornada do cliente para a criação do mapeamento.

Continue a leitura para entender ainda mais sobre esse tema com os seguintes truques!

Colete informações

Essa é dica principal para o mapeamento , pois funciona como uma tarefa de aprendizagem e descoberta. Ou seja, é a etapa inicial, na qual o indivíduo não tem em mente adquirir nenhum produto.

Sendo assim, a empresa precisa oferecer informações que esclareçam as dúvidas e ajude a pessoa a entender que seus produtos ou serviços podem ajudar de alguma forma. Isso pode ser feito pelo fornecimento de materiais de divulgação, campanhas de marketing, estratégias de Inbound Marketing, entre outras ferramentas.

Todos esses fatos cooperam para que haja um fornecimento de informações, que são imprescindíveis ao empreendimento. Depois dessa fase, fica bem mais prático alcançar bons resultados e alavancar o crescimento geral do negócio. Afinal, quanto mais público, maior o índice de vendas!

Crie boas estratégias

Essa recomendação é bastante prática e está ligada ao que foi dito logo acima. Quando você começar a mapear o trajeto que alguém percorreu até chegar em sua marca, procure analisar também quais são as melhores práticas para utilizar os dados coletados.

Por exemplo, é possível criar campanhas de e-mail marketing, com a construção de um funil de vendas. Assim, cada conteúdo é direcionado para determinado indivíduo que esteja em alguma das fases: atração, consideração e decisão de compra.

Viu só como mapear a jornada do cliente é algo bem mais fácil e prático do que você imaginava? Toda empresa, independentemente do seu segmento de atuação, pode se beneficiar dessa estratégia. Para isso, basta seguir as dicas que apresentamos neste artigo.

Queremos saber também sobre você. Qual a sua experiência com o mapeamento de jornada? Já havia implementado a estratégia anteriormente? Então fale conosco sobre o assunto no espaço de comentários logo abaixo!

Posts relacionados

Deixe uma resposta