Os 5 maiores desafios dos Centros de Distribuição

3 minutos para ler

As empresas se veem obrigadas a otimizar seus processos logísticos para atender a alta demanda do crescente comércio digital e a tendência de entregas de prazos curtos.

Pensando nisso, é que cresceu o número dos centros de distribuição, espaços que viabilizam o fluxo de mercadorias e são mais flexíveis para seus clientes. 

Com a era digital ditando as regras, os desafios são grandes e nesse artigo iremos conhecer 5 deles para os centros de distribuição.

Os 5 maiores desafios dos Centros de Distribuição 

1.  Aumento da demanda

As tendências de e-commerces e omnichannel tem mudado de forma drástica a realidade da logística. 

Se antes era comum pedidos em grandes quantidades, sazonais e com prazos de entregas de no mínimo uma semana, hoje a demanda é mais personalizada, em menor quantidade.

Porém com uma frequência maior e para entregas no dia seguinte ou no mesmo dia, o que deixa os Centros de Distribuição (CD) mais complexos.

Para responder esse consumidor apressado, é preciso se adaptar às escalas de demanda de forma rápida e fácil, e contar com soluções de automação para agilizar processos. 

2.  Mão de obra escassa

O aumento da demanda junto à carência de mão de obra é um grande desafio na gestão de um CD. 

Dentre os motivos pela mão de obra escassa estão o envelhecimento dos profissionais da área e a falta de atratividade deste setor pelos mais jovens, o que ocasiona rotatividade.

Os poucos profissionais qualificados desejam salários mais altos, o que gera um alto custo às empresas e vai contra ao desejo do consumidor de entrega rápida com custo zero.

Algumas práticas adotadas são salários variáveis conforme a produtividade, o uso da automação para diminuir o esforço, melhorar a ergonomia e o bem-estar dos funcionários.

3.  Precisão dos dados dos produtos e controle de estoque

Nos EUA, um centro de distribuição de médio porte perde cerca de U$ 400 mil dólares todos os anos devido às escolhas erradas. 

Em espaços maiores e com demandas em grande escala, cometer erros com os pedidos e controle de estoque representa aumento dos custos, retrabalho e atraso nas entregas.

Tudo o que o seu cliente não quer. 

Soluções como WMS e um sistema ERP contribuem para obter dados precisos de imediato e agilidade para organização dos itens. 

4.  Otimização dos espaços 

Cerca de 32 milhões de metros quadrados de armazém global são adicionados por ano, enquanto isso muitos centros de distribuição não aproveitam todo o seu espaço.

Para superar esse desafio, empresas tem optado por centros de distribuição compartilhados, terceirizações e o cross docking.

5.  A modernização dos Centros de Distribuição

Não são poucos os CDs que ainda utilizam processos manuais, o que gera erros de pedidos e no inventário.

A falta de modernização desses centros significa perda de eficiência, agilidade e por fim, competitividade.

Para facilitar a mudança digital nos Centros de Distribuição, considere que a implantação de soluções tecnológicas pode ocorrer de forma parcial e evoluir com o tempo.

Se você quer ter acesso a mais conteúdos sobre o gerenciamento de processos logísticos, siga as nossas páginas no Facebook e no Linkedin para manter-se atualizado sobre as principais novidades do setor!

Posts relacionados

Deixe um comentário