O que é Demand Driven e como pode ser aplicada na Cadeia de Suprimentos?

3 minutos para ler

Tradicionalmente as cadeias de suprimentos organizam seu estoque utilizando previsão de demandas com base no histórico de vendas. 

No entanto, para evitar excesso ou falta de estoque o ideal é que a demanda prevista seja a mais real possível, o que graças às tecnologias atuais se tornou viável.

Esse método é conhecido como Demand Driven e neste artigo explicaremos o que é e como funciona na cadeia de suprimentos. Continue a leitura e saiba mais!

O que é Demand Driven? 

Como comentado na introdução deste artigo, as empresas geralmente iniciam a produção de seus produtos para antecipar a demanda futura. 

Para isso consideram o histórico de vendas para prever a demanda. 

O problema dessa abordagem é que ruídos no compartilhamento de informações podem causar ruptura (falta) no estoque ou excesso, evento conhecido como efeito chicote. 

Por isso,o ideal é a produção e o estoque serem planejados conforme a demanda real, que é a proposta do Demand Driven, baseado no compartilhamento de informações. 

Esta abordagem tem sido viabilizada por tecnologias como: IoT, Big Data, XML e impressão 3D que facilitam o fluxo de informações, reduz custos e diminuem o distanciamento de transporte. 

Como a Demand Driven se aplica na Cadeia de Suprimentos?

A Cadeia de Suprimentos dirigida pela Demand Driven consegue responder a demanda por meio da tecnologia que propicia uma gestão de dados eficiente. 

Mas para essa abordagem fluir da forma esperada, alguns elementos precisam ser implementados pelas empresas que optarem por esse sistema. São eles:

  • Colaboração e conectividade das informações entre fornecedores, intermediários e o consumidor final.
  • Frequência e dados mais detalhados que auxiliem na análise e agilidade das informações obtidas.
  • Respostas ágeis e flexíveis: caso seja necessária uma mudança brusca na produção, em maior ou menor quantidade, a empresa deve estar apta para isso. 

Além desses fatores, o Demand Driven exige das empresas a capacidade de se replanejar rapidamente diante das repentinas variações de demanda.

Vantagens da Demand Driven na Cadeia de Suprimentos.

Com a agilidade em resposta à demanda, podemos citar como fatores importantes que se resultam do Demand Driven: 

  • Redução de estoque: estudos estimam que o Demand Driven pode reduzir o estoque em 7 a 15%;
  • Aumento nas vendas e receita;
  • Melhoria na visibilidade da cadeia de suprimentos;
  • Aprimoramento na colaboração em toda a cadeia de suprimentos; 
  • Aumento na qualidade do atendimento ao cliente, pela flexibilidade na capacidade de atender um número maior ou menor de pedidos;
  • Melhor posicionamento de mercado;
  • Previsão de demanda precisa.

A abordagem orientada pela demanda tem se mostrado mais eficiente em resposta ao mercado, com mais agilidade, precisão, colaboração e equilíbrio no estoque. 

Contudo, existe o desafio na adoção das tecnologias que ainda exige um alto investimento e nem sempre é acessível à todas as empresas, mas que são essenciais. 

De qualquer maneira, vale ponderar as vantagens do Demand Driven que correspondem às necessidades do mercado moderno e são capazes de alavancar a cadeia de suprimentos.

Se você quer ter acesso a mais conteúdos sobre o gerenciamento de processos logísticos, siga as nossas páginas no Facebook e no Linkedin para manter-se atualizado sobre as principais novidades do setor!

Posts relacionados

Deixe um comentário