KPI: Conheça 7 indicadores de desempenho logístico para aplicar na sua empresa

3 minutos para ler

O conceito de indicadores de desempenho chave (KPI) se popularizou nos anos 80, quando as empresas entenderam a necessidade da qualidade total em suas operações. 

E essa é a ideia de utilizar o KPI na gestão logística, que é tão complexa e fundamental na questão da entrega do produto com qualidade e a satisfação do cliente. 

Se deseja aprimorar essa questão na sua empresa, conheça aqui 7 indicadores de desempenho essenciais para a logística. 

Conheça 7 indicadores de desempenho logístico 

Para escolher os melhores indicadores de desempenho logístico, os gestores devem pensar quais são os pontos estratégicos para se sobressair diante dos concorrentes.

Para te ajudar nisto, selecionamos 7 exemplos de KPIs na logística que valem a pena serem estudados. 

1.   Entrega no Prazo ou On-Time Delivery –OTD

O indicador OTDmensura a porcentagem de pedidos que foram entregues dentro do prazo informado pela empresa no momento da compra. 

Otimizar as rotas de entregas e a prática de agendamento de entregas são aspectos que podem melhorar este indicador.

2.   Custos com Transporte

O objetivo deste KPI é avaliar se os custos com o transporte dos produtos têm sido maiores que os lucros que a empresa obtém com as vendas. 

Com essa informação é possível analisar se vale mais ter uma frota fixa ou terceirizar este serviço.

3.   Tempo de Ciclo do Pedido (OCT)

Também conhecido como Order Cycle Time – OCT, mede o desempenho do tempo total entre a data do recebimento do pedido até a data de entrega do produto.

O OCT ajuda a entender quais são os fatores que têm causado atrasos na entrega. 

4.   Pedido Perfeito – OTIF 

Pedido perfeito, do inglês On Time In Full, está ligado a satisfação do cliente. 

Ele analisa a eficiência da empresa em relação às entregas no prazo (on time) com os pedidos entregues sem erro (in full). 

5.   Custo de Armazenagem 

É um indicador de desempenho logístico que analisa os custos de movimentação e armazenagem em relação às receitas de vendas.

As despesas envolvem mão-de-obra, local, remessa ou entrega, equipamentos e contas fixas: água, luz e outros. 

6.   Acuracidade do Inventário

Ajuda a controlar os itens em estoque de acordo com registro no sistema. Um alto percentual no resultado, representa a qualidade da coerência na contagem.

7.   Atendimento do Pedido ou Order Fill Rate – OFR

Monitora o desempenho interno da empresa ao processar os pedidos, ou seja, a capacidade da empresa de atender as demandas.

É a relação do número total de pedidos atendidos dividido pelo total de pedidos expedidos.

Estes KPIs são capazes de mostrar a coerência dos dados informados com a realidade da empresa e a qualidade na performance das operações. 

Há dezenas de indicadores ligados à produção, estoque, serviço, qualidade, clientes entre outros que são de suma importância para análise. 

No entanto, especialistas sugerem escolher poucos KPIs para monitorar.

Por isso abordamos somente 7 indicadores de desempenhos logísticos, agora cabe a você buscar conhecê-los melhor.  

Se você quer ter acesso a mais conteúdos sobre o gerenciamento de processos logísticos, siga as nossas páginas no Facebook e no Linkedin para manter-se atualizado sobre as principais novidades do setor!

Posts relacionados

Deixe um comentário