VMI na empresa: veja como a solução otimiza o dia a dia de quem está na logística

7 minutos para ler

O abastecimento de empresas do setor industrial é um grande desafio, em especial quando o número de fornecedores cadastrados é elevado. Contudo, existem sistemas e modelos de gestão, como o VMI, que ajudam o gestor a controlar o processo de compras no cotidiano.

O VMI (sigla para a expressão Vendor Managed Inventory) propõe a automação do gerenciamento do estoque. Como consequência, o planejamento e a execução de sua reposição são o resultado de um esforço compartilhado entre indústria e fornecedor.

Essa é uma grande inovação para o gerenciamento da cadeia de suprimentos que merece ser explorada com dedicação. Por isso, continue a leitura deste post e conheça como a sua empresa pode ser beneficiada. Confira!

 

O que é VMI?

A sigla VMI pode ser traduzida para o português pela expressão estoque gerenciado pelo fornecedor. Se você atua no segmento industrial, está claro como a relação de dependência do fornecedor pode representar um obstáculo para o abastecimento da linha de produção.

Muitas vezes, as empresas tendem a manter estoque alto de insumos considerados críticos, cuja falta pode interromper a sua operação. Além disso, o processo de compra e entrega também está sujeito a atrasos que podem comprometer os prazos de entrega. Esses problemas causam grande impacto no funcionamento da empresa e devem ser evitados. Por esse motivo, com a adoção do Vendor Managed Inventory, o gestor conta uma funcionalidade que é capaz de controlar os processos de:

  • processamento de pedido;
  • planejamento do processo de entrega;
  • acompanhamento dos níveis de estoque;
  • programação de reposição de itens em estoque; 
  • definição do ponto de ressuprimento por material.

A utilização dessa metodologia garante que a realização das atividades relacionadas às compras de matéria-prima será concluída com segurança e agilidade.

 

Como classificar o VMI?

Para que o VMI aconteça com eficiência, é necessário que o gestor tenha amplo conhecimento dos procedimentos tanto administrativos como produtivos. Portanto, é preciso esclarecer que existem dois aspectos no gerenciamento de estoque realizado pelo fornecedor ou pela indústria internamente.

  • Inbound VMI

Nessa modalidade, o gerenciamento do estoque mantido na localidade do cliente é de responsabilidade do fornecedor. Para que o acompanhamento do consumo dos materiais ocorra, é necessário disponibilizar acesso ao sistema de gestão da indústria. Em geral, os clientes já mantêm esse controle em tempo real, acompanhando o fluxo de entrada e saída de insumos. Desse modo, basta compartilhar as informações necessárias.

  • Outbound VMI

Já o segundo formato admite que a gestão do estoque seja feita internamente pela própria indústria. Porém, não deve ser confundido com o controle tradicional. Essa é uma técnica comum em empresas que possuem diversas filiais em localidades distintas, com o procedimento de compras é realizado na matriz. Como ocorre a centralização das demandas, a unidade responsável pelas compras acompanha o estoque e planeja a reposição dos materiais para cada filial.

 

Quais são os benefícios do VMI?

As funcionalidades do VMI são compatíveis com as necessidades do ramo industrial. Como o número de fornecedores é elevado, uma das soluções é criar uma relação de parceria com os fornecedores para garantir o suprimento de matérias-primas.

  • Melhora o relacionamento com o cliente

Este tipo de gerenciamento pode ser considerado um aliado para construir a relação de parceria entre o cliente e o fornecedor. Isso ocorre, principalmente, devido ao monitoramento remoto dos estoques, o que libera o gestor da indústria para lidar com aspectos gerenciais do negócio.

Todas as obrigações e os direitos são descritos de forma detalhada no momento da contratação. Isso significa que cada um sabe o que esperar de cada parte e de que forma o sucesso da operação será medido. Essa tática permite a previsão e o atendimento das demandas com agilidade, mantendo assim a prática do abastecimento contínuo.

  • Aumenta a precisão no controle de estoque

Na cadeia de fornecimento, a qualidade e a quantidade são fatores que andam juntos. Ter o controle da quantidade do produto no estoque garante a eficiência e favorece a possibilidade de níveis mais baixos no estoque sem que haja ausência de mercadoria. Para abastecer a produção, é necessário manter os níveis de estoque elevados, o que gera aumento significativo dos custos operacionais. Além disso, os produtos parados nas prateleiras estão sujeitos a perda de valor progressiva devido à obsolescência.

Desse modo, é fundamental buscar uma gestão enxuta que evite o excedente de recursos, pois representa um ponto negativo para uma empresa que necessita promover agilidade e eficiência em seus processos produtivos.

  • Garante a redução de custos com transporte

O custo da movimentação de mercadorias é uma preocupação constante para os gestores logísticos. Por isso, o gerenciamento do estoque pelo fornecedor representa uma alternativa que resulta em economia importante.

Os operadores logísticos também são considerados fornecedores, ainda que de serviços, e estão sujeitos a aprimoramento. Em um primeiro momento, a redução dos custos começa com o planejamento do envio de mercadorias somente de acordo com a necessidade. Isso que dizer que é possível dimensionar a carga e utilizar o veículo mais adequado para a quantidade a ser embarcada.

  • Contribui para a resolução de problemas

A cadeia de suprimentos nas empresas tem papel de grande importância, que depende das atividades de planejamento e coordenação para obter melhores resultados. Se os setores de suprimentos ou logística deparam com algum tipo de falha, o problema afeta todo o processo de abastecimento.

Na busca de uma solução eficaz, as áreas necessitam trabalhar contra o tempo, de forma eficiente e organizada. Isso que dizer que o andamento das demandas deve fluir como água, pois os obstáculos que surgirem representam perda de tempo e recursos financeiros para a empresa.

Essas situações obrigam as organizações a pensar em como otimizar o cotidiano de trabalho para melhorar os resultados, e é nesse ponto que surge o VMI como alternativa relevante.

  • Favorece a visão unificada do volume de estoque

Outra questão essencial é a visão geral do sistema. O VMI permite conhecer detalhes do estoque, como:

  • origem de cada material;
  • quantidade de produtos;
  • necessidade de reabastecimento;
  • classificação das matérias-primas;
  • identificação do custo de aquisição; 
  • custos relacionados ao processo de distribuição.

O aumento da visibilidade sobre todos esses procedimentos têm uma vantagem formidável, pois é capaz de diminuir os riscos da atividade e a incidência de erros. O VMI é uma ferramenta capaz de obter excelentes resultados quando é aplicado de forma correta. Com ele é possível compreender a relação entre o abastecimento da produção e a qualidade do atendimento prestado aos clientes.

Por isso, o investimento em ferramentas de automação e o compartilhamento de informações são fundamentais para colocar a sua empresa no caminho certo.

Você já viu como o gerenciamento do estoque pelo fornecedor é uma tendência importante e com potencial para aprimorar os resultados do seu negócio. Entre em contato conosco e saiba como a sua empresa pode usufruir desses benefícios.

 

ORBIT Logistics é um dos principais fornecedores mundiais de soluções de gerenciamento de estoque (VMI — Vendor Managed Inventory e SCM — Supply Chain Management) e aquisição de dados em tempo real.

Nossa empresa, fundada em 2003, fornece um sistema modular para gerenciamento e automação da cadeia de suprimentos, atendendo clientes globais a partir de escritórios em Leverkusen (Alemanha), Atlanta (EUA), São Paulo (Brasil) e Shanghai (China). Uma equipe altamente qualificada, composta por mais de 40 engenheiros e técnicos, oferece soluções “turn key” personalizadas para gestão e monitoramento de processos.

Para mais informações:

ORBIT Logistics Brasil
www.orbitlog.com.br
dante@orbitlog.com.br

Tel.: (11) 3796-1755 / 1756
Cel.: (11) 96420-1701

Posts relacionados

Deixe uma resposta