Entenda as vantagens e desvantagens do transporte aéreo de cargas

7 minutos para ler

Quando precisamos fazer a emissão de alguma mercadoria, o preço não é o único fator a ser levado em conta na escolha da forma de envio. Questões como o tipo de produto, fragilidade da carga e urgência na entrega são fatores que contribuirão — e muito — para essa decisão.

O Brasil ainda peca na estrutura relacionada ao transporte aéreo de cargas, mas alguns pontos devem ser levados em conta: é um sistema modal ágil, recomendado para mercadorias de valor agregado mais alto e para encomendas urgentes.

De forma a te ajudar a entender as vantagens e desvantagens desse sistema de transporte, acompanhe conosco estas importantes considerações que preparamos para você sobre o transporte aéreo de cargas.

Agilidade

Rapidez é a principal vantagem desse tipo de envio de mercadorias. Quanto maior a distância a ser percorrida, maior é o ganho de tempo quando utilizado o transporte aéreo. A frequência de voos regulares, de carga ou não, é grande: no caso de um eventual atraso ou problemas em um embarque, em questão de poucas horas uma outra aeronave vai decolar.

A mesma característica não ocorre no sistema aquaviário, por exemplo, que, em caso de algum problema, pode demandar uma espera de semanas para que haja um novo envio. Além disso, o modal aéreo é capaz de chegar a locais a que outros meios não têm acesso.

Maior segurança no transporte aéreo de cargas

Quando fazemos a comparação do índice de furtos de mercadorias transportadas por via ferroviária, terrestre e aérea, o relativo ao último é o menor. Além disso, as companhias áreas têm maior responsabilidade sobre a carga despachada.

Em relação a determinados tipos de cargas, que demandam mais assepsia no seu transporte, o envio por meio dos aviões é um importante aliado: navios, trens e caminhões estão mais expostos a fatores externos que exigirão um maior cuidado e proteção na hora de fazer o embalo do produto.

Acesso a áreas remotas

Levando em consideração todos os benefícios que esse tipo de transporte proporciona às entregas de mercadorias, é importante destacar que esse modal consegue alcançar regiões bem distantes e remotas. Destaca-se o Brasil, de imensa extensão territorial.

Além disso, em relação ao fator distância, as aeronaves precisam ser, ao menos, razoavelmente adaptadas para percorrer grandes distâncias.

O agenciamento também é outra solução bastante usada, uma vez que, além da economia de tempo, a possibilidade de efetuar uma entrega durante o percurso gera mais lucratividade. Isso também agiliza as entregas para o cliente final, visto que, dessa forma, é possível optar por rotas mais curtas.

Rastreio da carga

Por causa dos avanços da tecnologia e a difusão da internet pelo mundo, é bem comum as pessoas buscarem constantemente melhoria de qualidade e rapidez nas informações. Um ótimo diferencial do transporte aéreo de cargas é que ele tem sistemas online que permitem o acompanhamento da sua mercadoria.

Dessa forma, a partir do momento em que ela é despachada, é emitido um rastreio para você acompanhar seus produtos até o momento do desembarque. Assim, dependendo do seu negócio, essa é uma vantagem interessante para as empresas poderem ter esse acompanhamento em tempo real.

Envio diário de documentos

No caso de sua empresa contar com filiais em diferentes cidades, o trânsito diário de documentos e malotes é mais indicado por via área, exceto se forem cidades próximas, caso em que o modal rodoviário é financeiramente mais vantajoso. Os motivos disso, como explicado anteriormente, são a agilidade e a pontualidade, necessárias nesse caso.

Localização dos aeroportos

Muitas empresas escolhem o transporte aéreo por ele estar presente nas principais cidades. A logística se torna bem mais fácil quando esse modal fica próxima dos grandes polos industriais, tornando as entregas de cargas muito mais eficazes.

Uma boa opção é a contratação de empresas especializadas nessa área para realizar a coleta e entrega nos aeroportos, já que a política de frete é viável e proporciona uma comodidade maior.

Produto entregue na hora certa

Salvo raras exceções, o frete aéreo é ainda o único com uma confiabilidade suficiente para garantir pontualidade nas entregas e envios. Essa vantagem é um importante diferencial na melhoria dos relacionamentos com os seus clientes, que terão certeza dos horários de chegada de cada pedido feito. Além disso, os aeroportos costumam estar localizados próximos dos centros empresariais.

Alto custo e outros empecilhos

Em relação às desvantagens do transporte aéreo, podemos elencar:

  • incapacidade de transporte de carga a granel, como: minério, químicos, petróleo e grãos;

  • valor do frete com um custo maior se comparado aos demais modais;

  • possibilidade de carga muito menor que os modais marítimo e ferroviário, ficando na frente apenas do rodoviário;

  • valor elevado da sua infraestrutura;

  • existência de diversas restrições no tocante ao transporte de itens perigosos;

  • não viabilidade de absorção do alto valor das tarifas aéreas por mercadorias de baixo custo unitário, como matéria-prima e produtos semifaturados, entre outros.

Cobrança desse tipo de serviço

O transporte aéreo de cargas proporciona várias vantagens para as empresas em relação aos outros modais. Porém, por toda essa comodidade, os valores acabam sendo maiores. Por isso, é importante conhecer a tabela de preços e como utilizá-la para que você seja capaz de controlar os custos referentes a essa estratégia.

Primeiramente, é preciso definir a cubagem da mercadoria a ser transportada, uma vez que isso interfere diretamente no preço cobrado. Ela é o cálculo feito para descobrir qual é o volume da carga.

Esse cálculo tem o objetivo de proteger os lucros da empresa responsável pelo transporte. Ela não envolve apenas o peso bruto, mas também o espaço ocupado na aeronave. Por isso, se a tabela de preços ficasse restrita ao peso real, a companhia acabaria tendo prejuízos no caso da mercadoria leve que ocupa uma grande área no avião.

No transporte aéreo, cada metro cúbico de carga corresponde a 166,6 kg. Assim, para descobrir o peso cubado de uma determinada carga, é usada a seguinte fórmula:

Altura (cm) x Largura (cm) x Comprimento (cm) / 6.000

Quem determina os preços para utilizar o transporte aéreo de cargas são os órgãos oficiais, como a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Os custos dessa tabela são influenciados pela rota, porém, eles podem ser negociados comercialmente entre a empresa, a companhia aérea e o cliente.

Dessa forma, os valores do frete ficam ligados à negociação da tarifa e do peso da mercadoria. O preço da tarifa varia conforme a modalidade de serviço por que se optou, que está relacionado ao prazo de entrega, origem e destinação do produto.

Outra questão a salientar é que quanto menor for o prazo de entrega, maior será o valor cobrado. Por fim, os valores por quilo são multiplicados pelo peso da carga, seja ele real ou cubado.

Então, o que achou deste artigo? Se quer melhorar a sua eficiência operacional, confira 4 dicas de como otimizar a gestão de sua cadeia de suprimentos!

Posts relacionados

Deixe uma resposta