De que forma a internet das coisas está afetando o meio industrial?

4 minutos para ler

A velocidade com a qual a automação em rede tem se difundido na cadeia produtiva chega a impressionar. A cada dia, sistemas independentes estão mais inseridos nas atividades industriais, reduzindo custos e aumentando a produtividade.

A Internet das Coisas, do inglês Internet of Things (IoT), vem abrangendo diversos produtos e dispositivos em vários lugares do planeta. Não deve demorar muito para que ela também progrida de forma significativa no Brasil. Confira como essa tecnologia influenciará mudanças no meio industrial.

O que é a Internet das Coisas?

A Internet das Coisas consiste em uma transformação tecnológica que faz objetos utilizados no cotidiano se conectarem a rede mundial de computadores por meio de sensores, chips e softwares.

Com isso, há uma facilidade maior do usuário em interagir com esses objetos por meio de computadores, tablets, smartphones e outros dispositivos, favorecendo uma operação remota desses apetrechos.

Como a IoT pode ser útil no meio industrial?

No meio industrial a Internet das Coisas não se resume apenas em interligar objetos. Os elementos de maquinário existentes em um parque industrial passam a atuar de forma conectada e recebem novas funções.

O objetivo dessas novas funcionalidades é a de fazer com que os gestores antecipem sinais que indiquem perda de produtividade e possíveis falhas nos sistemas operacionais. É possível monitorar o status de cada parte do processo, controlando a velocidade de operação, agilizando ou retardando a velocidade entre eles.

Monitorando frotas

Antes restrito a elaborar as rotas e localizar a posição dos veículos, o monitoramento de frotas é um exemplo do avanço da Internet das Coisas. A evolução da tecnologia já permite aos gestores obterem imagens em 360° dos veículos, aumentando o controle sobre a carga transportada e as condições nas quais elas se encontram no estágio de transporte.

Monitorando as instalações

Por meio da tecnologia de interação entre dispositivos é possível criar soluções para integrar diferentes elementos dos sistemas de segurança. Sensores de detecção de presença, câmeras e alarmes, podem ser acionados e enviar notificações para os gestores em qualquer lugar.

Assim, é possível ter maior controle sobre o fluxo de entrada e de saída de pessoas pelas dependências de uma empresa, verificar a possibilidade de economizar energia ao receber informações sobre a existência ou não de pessoas para que, longe da unidade, o gestor apague as luzes por um toque num aparelho de celular.

Fazendo o manuseio dos estoques

Na logística é possível adotar a IoT no controle de estoques e no embarque de cargas. Diretamente de um escritório e utilizando um óculos de realidade virtual, um gestor consegue realizar a conferência, a organização e o envio, controlando as empilhadeiras remotamente, aumentando a agilidade no procedimento.

Quais são as perspectivas para a IoT?

A crise econômica dos últimos anos tem feito com que a adoção da Internet das Coisas no Brasil esteja defasada em relação a outros países. Sua implantação ainda é de alto custo, principalmente para a manutenção das conexões M2M (Machine to Machine).

Os dispositivos que não dependem de interação humana para operar passaram a ter uma cobrança de impostos menor, desde 2014. Porém, a expectativa é que ocorra uma expansão do uso desta tecnologia nas indústrias, considerando as possibilidades de aumentar a produtividade e a economia nos custos de produção.

Se você gostou das dicas deste post, deixe o seu comentário e compartilhe suas dúvidas e experiências sobre o assunto!

 

ORBIT Logistics é um dos principais fornecedores mundiais de soluções de gerenciamento de estoque (VMI – Vendor Managed Inventory e SCM – Supply Chain Management) e aquisição de dados em tempo real.

Nossa empresa, fundada em 2003, fornece um sistema modular para gerenciamento e automação da cadeia de suprimentos, atendendo clientes globais a partir de escritórios em Leverkusen (Alemanha), Atlanta (EUA), São Paulo (Brasil) e Shanghai (China). Uma equipe altamente qualificada, composta por mais de 40 engenheiros e técnicos, oferece soluções “turn key” personalizadas para gestão e monitoramento de processos.

Para mais informações:

ORBIT Logistics Brasil
www.orbitlog.com.br
dante@orbitlog.com.br

Tel.: (11) 3796-1755 / 1756
Cel.: (11) 96420-1701

 
Posts relacionados

Deixe um comentário