Conheça as normas da ABNT para armazenagem

por | 16/03/2017

4 minutos para ler

A armazenagem de materiais deve ser compreendida como a prática de planejamento e organização das operações designadas a manter e abrigar de forma adequada os itens de materiais, preservando-os em condições de seu efetivo uso pela organização. Os parâmetros e definições para sistemas estão nas normas da ABNT para armazenagem.

Mas como surgiram essas normas? A qual ambiente e tipos de produtos se aplicam? E qual a melhor forma para armazenar produtos, especialmente os químicos? Descubra as respostas logo abaixo!

Entenda a norma da ABNT NBR 15.524-2 para armazenagem

Entenda a norma da ABNT NBR 15.524-2 para armazenagem

Após estudos feitos durante anos e dialogando com empresas de armazenagem e produtoras de paletes, a ABNT elaborou a norma numerada como NBR 15.524-2, publicada em outubro de 2008 e que tem sido a especificação básica para armazenagem de forma geral.

As normas da ABNT para armazenagem oferecem orientações de projeto, cálculo, montagem e uso das estruturas porta paletes. Sendo assim, ela esclarece sobre carregamento de cargas, o modo de operação do sistema e a sua conservação.

Em relação à aplicabilidade das normas da ABNT para armazenagem, acredita-se que ela acabará se impondo mesmo não sendo obrigatório seu uso, visto que na ocorrência de acidentes quem não segui-la poderá responder judicialmente.

Norma de armazenamento de materiais

Norma de armazenamento de materiais

Ao se construir um galpão ou centro de distribuição é necessário muito planejamento. Além do alto investimento, vários fatores devem ser levados em conta para garantir a armazenagem padrão, como altura, distâncias tanto das ruas quanto das paredes, materiais usados, entre outros.

Veja abaixo alguns itens da norma 15.524-2:

  • peso do material não pode exceder o peso do piso;
  • a disposição do material não pode obstruir portas, saídas de emergência ou equipamentos contra incêndios;
  • os materiais devem estar a uma distância de 50 centímetros das estruturas laterais, entre outros.

Como fazer a armazenagem de produtos químicos?

Como fazer a armazenagem de produtos químicos?

Produtos químicos não podem ser armazenados de qualquer forma, como classificados por ordem alfabética ou numérica. Eles devem receber um olhar diferenciado. Confira como fazer o passo a passo.

1. Segregação

Inicialmente, é importante segregá-los e guardá-los com base em suas compatibilidades: incêndio, explosão e formação de gases tóxicos são implicações indesejáveis quando opostos colidem.

2. Áreas de circulação

O próximo passo é manter áreas de circulação e passagem de laboratórios livres para que haja a circulação de ar, não usar escada para o armazenamento desses materiais, fazer com que reagentes químicos e equipamentos sejam devidamente estocados, limpar de forma rápida e segura todo e qualquer reagente derramado, além de manter fora do espaço dos laboratórios reagentes sem etiquetas.

3. Sinalização

A sinalização é uma das principais medidas a serem tomadas. Havendo risco biológico, os acessos aos laboratórios devem estar identificados com o emblema internacional. Além disso, é preciso limitar o acesso e manter o controle da entrada de pessoas, apenas quem tem vínculo com a atividade pode acessar o local.

Laboratórios químicos devem cumprir as normas de sinalização por cores, que são úteis na identificação de equipamentos de segurança, demarcação de área de risco e canalizações empregadas para líquidos e gases. Utilizando a sinalização por cores, recomenda-se que a mesma seja acompanhada de sinais convencionais ou palavras.

O cumprimento das normas da ABNT para armazenagem são de extrema importância para as empresas, pois garante a qualidade dos produtos em um padrão internacional, disciplina os processos logísticos, aumenta a produtividade e a segurança.

 

A ORBIT Logistics é um dos principais fornecedores mundiais de soluções de gerenciamento de estoque (VMI – Vendor Managed Inventory e SCM – Supply Chain Management) e aquisição de dados em tempo real.

Nossa empresa, fundada em 2003, fornece um sistema modular para gerenciamento e automação da cadeia de suprimentos, atendendo clientes globais a partir de escritórios em Leverkusen (Alemanha), Atlanta (EUA), São Paulo (Brasil) e Shanghai (China). Uma equipe altamente qualificada, composta por mais de 40 engenheiros e técnicos, oferece soluções “turn key” personalizadas para gestão e monitoramento de processos.

Se você quer ter acesso a mais conteúdos como esse, siga nos no Linkedin para manter-se atualizado sobre as principais novidades do setor ou entre em contato conosco!

POSTS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *