Como funciona a Cadeia de Suprimentos na Logística

3 minutos para ler

As definições de logística e cadeia de suprimentos costumam se confundir em diferentes regiões do mundo, sendo usados de forma alternada. 

Alguns profissionais já não veem diferença entre os dois termos, tratando todo o processo da mesma forma.

Saber a singularidade de cada área e como funcionam é essencial para corrigir o foco das operações e aprimorar a gestão.

Por essa razão, preparamos este conteúdo para você entender de uma vez por todas como funciona a cadeia de suprimentos na logística. 

Aproveite a leitura!

Qual a diferença entre a cadeia de suprimentos e a logística? 

A logística passou a ser estudada por volta da década de 80, enquanto a cadeia de suprimentos é uma definição mais recente.

Talvez pelo fato da cadeia de suprimentos ser um campo de estudo novo, os termos se confundem devido a áreas funcionais que se mesclam.

Para desfazer o mal-entendido, veremos as principais diferenças entre a cadeia de suprimentos e a logística.

Em resumo, a gestão da cadeia de suprimentos abrange mais operações, incluindo a logística. Ela é responsável pela produção até a entrega do produto. 

Enquanto a logística está mais voltada para os processos de deslocamento do produto, armazenagem e entrega ao cliente final. 

Uma outra diferença é que a cadeia de suprimentos busca como resultado tornar a empresa mais competitiva, enquanto a logística se concentra na satisfação do cliente

Como funciona a cadeia de suprimentos na logística? 

Como vimos, a cadeia de suprimentos trabalha para fazer a empresa se sobressair no mercado, portanto seu foco na logística será otimizá-la para melhores resultados. 

A gestão da cadeia de suprimentos na logística irá buscar vantagens no transporte, armazenagem, estoque e entregas com melhores custos-benefícios.

Essas áreas quando são eficazes reduzem ou evitam riscos e desperdícios, contribuem para uma boa visibilidade para cadeia de suprimentos e cooperam para expansão da empresa. 

Ao alcançar esses benefícios, a cadeia de suprimentos na logística cria valor na empresa, o qual veremos alguns exemplos no próximo tópico.

Como a cadeia de suprimentos gera valor para a logística? 

A cadeia de suprimentos gera valor quando garante que a logística seja um fator de competitividade da empresa

Veja algumas formas como isso pode ser feito:

  • Boas parcerias e fornecedores;
  • Uso de um transporte benéfico;
  • Uso de tecnologias que garantam visibilidade, agilidade e a qualidade do produto;
  • Processos automatizados que facilitem a gestão;
  • Otimização de espaços em armazéns;
  • Gestão inteligente de estoque com base na demanda;
  • Busca da inovação, aperfeiçoando os processos;
  • Implementação de melhorias conforme os feedbacks recebidos dos clientes. 

Uma logística eficaz por si só é capaz de gerar valor para a empresa, indo além da garantia da entrega de um produto de qualidade para o cliente final.

Ela consegue dispor de uma gama de produtos, conforme a demanda, no tempo certo, devido a agilidade dos recursos que possui.

Mas gestores que pretendem ser mais estratégicos, aproveitam todo o potencial da cadeia de suprimentos na logística, dando novas possibilidades para a empresa prosperar.

Se você quer ter acesso a mais conteúdos sobre o gerenciamento de processos logísticos, siga as nossas páginas no Facebook e no Linkedin para manter-se atualizado sobre as principais novidades do setor!

Posts relacionados

Deixe um comentário