Automação de processos “Order to Cash”: desafios, vantagens e como aplicar

4 minutos para ler

O ciclo Order to Cash é sinônimo de complexidade para muitas empresas, mas quando tem um bom desempenho, maximiza seus recursos e garante clientes satisfeitos. 

E para otimizá-lo ainda mais, a automação tem sido a alternativa pela qual as empresas vêm recorrendo. 

Neste artigo, vamos explorar esse tema, explicando os desafios, vantagens e como você pode aplicar a automação de processos Order To Cash na sua empresa.

Aproveite e leia todo o conteúdo para saber mais!

Quais os principais desafios para a automação do Order To Cash? 

Empresas que observam de perto todo o processo de pagamento do cliente já perceberam que os desafios para automação dos processos Order to Cash são imensos.

A primeira delas é o fato do Order to Cash usualmente ser um ciclo que envolve vários departamentos, que criam seus próprios dados e usam recursos próprios. 

Com isso, um mesmo pedido gera vários documentos e fluxos de trabalho, o que abre uma grande brecha para que todo o processo não seja ágil e gere erros. 

A atividade de faturamento, que na forma tradicional também é manual, pode gerar atrasos e gastos extras com a emissão de papéis.

E por fim, as informações dos clientes podem chegar desestruturadas de um departamento a outro, o que aumenta as chances de se obter dados imprecisos. 

Com a automação, o alvo é otimizar todo o processo, tornando a conclusão de cada etapa mais assertiva, rápida, com fluidez e economia. 

Por que a automação do Order To Cash pode ser vantajosa para a sua empresa? 

Você pode duvidar que a automação traga realmente resultados palpáveis para as organizações, mas um estudo da IBM comprovou que a automação melhora 60% o tempodo ciclo Order to Cash de ponta a ponta

É um número significativo, não é mesmo?

Sendo assim, vamos te mostrar que há muitas outras vantagens na automação desse processo, algumas delas são: 

  • Liberar tempo para os funcionários se concentrarem mais na atenção ao cliente;
  • Economia dos custos;
  • Menos erros humanos;
  • Clientes mais satisfeitos;
  • Mais agilidade para concluir todo o ciclo de pedidos;
  • Melhora no fluxo de caixa por agilizar pagamentos;
  • Melhora a comunicação e a disputa com o cliente.

Por fim, vale frisar que todas essas vantagens se revertem em mais crescimento e oportunidades de negócio.

Como aplicar a automação de processos Order To Cash?

A automação de processos Order to Cash está cada vez mais inteligente, se utilizando de tecnologias como robótica de processos, Inteligência Artificial e análises. 

Tudo isso para evitar que as empresas dependam tanto de seus fornecedores para obter um dado e dar continuidade no processo. 

E ainda tenham mais controle em cada etapa, dos dados financeiros e do fluxo de caixa. 

A automação do OTC pode ocorrer nas seguintes etapas:

  1. Recebimento de pedido e notificações automáticas à equipe mais envolvida no processo;
  2. Gerenciamento de crédito do cliente;
  3. Acompanhamento, aprovação ou negação do pedido automático;
  4. Recebimento de dados relevantes para o envio do pedido;
  5. Geração de faturas;
  6. Alertas de faturas pendentes;
  7. Cobrança de pagamentos;
  8. Criação e gerenciamento de relatórios.

Com todos esses dados agilizados e em mãos, as empresas podem se antecipar aos problemas e minimizar situações que impactem negativamente os processos Order to Cash. 

Se você quer ter acesso a mais conteúdos sobre o gerenciamento de processos logísticos, siga as nossas páginas no Facebook e no Linkedin para manter-se atualizado sobre as principais novidades do setor!

Posts relacionados

Deixe um comentário