A importância de uma Cadeia de Suprimentos Resiliente

3 minutos para ler

A cadeia de suprimentos é constantemente ameaçada por eventos imprevisíveis, que vão desde desastres naturais a acidentes que acabam causando alguma interrupção.

E são essas ameaças que testam a capacidade das empresas de continuarem operando e por isso a necessidade de se ter uma cadeia de suprimentos resiliente. 

Veremos no decorrer deste artigo o porquê isto é importante e as principais características de empresas que desenvolveram a resiliência.

Por que é importante ter uma Cadeia de Suprimentos Resiliente? 

Estudos recentes indicam que a cada 3,7 anos acontecem interrupções na cadeia de suprimentos que duram de um mês ou mais. 

A maioria destas empresas esperam alcançar resiliência dentro de 2 a 3 anos, enquanto 21% delas consideram ter uma rede resiliente.

Com a pandemia a percepção desta necessidade aumentou e muitas vezes a demora neste processo se dá pelos altos custos das estratégias sugeridas para desenvolver esta aptidão.

No entanto, não agir quanto a isso gera da mesma forma um alto custo para empresa. 

Veja características de uma adeia de Suprimentos Resiliente

No cenário corporativo, ter uma cadeia de suprimentos resiliente significa ter a aptidão de se manter ou se recuperar quando ocorre algum impacto nas operações. 

E ainda o quão rápido a empresa retorna ao seu desempenho de produção normal. 

Empresas com esta capacidade apresentam aspectos em comum, os quais iremos conhecer a seguir. 

São empresas flexíveis

São capazes de se adaptar facilmente em um curto período de tempo e possuem estratégias para garantir que serviços de transporte e armazenamento não parem. 

Se importam com a visibilidade

São empresas que investem em tecnologias para poder prever de forma ágil como a sua cadeia de suprimentos será impactada. 

Ter informações disponíveis com rapidez é essencial para a tomada de decisão assertiva e a criação de estratégias de prevenção. 

Gerenciam riscos com eficiência

Não se traduz em somente ter planos para lidar com os riscos que surgem, mas também em obter vantagem competitiva garantindo um bom posicionamento no mercado. 

Se aproximam de seus fornecedores

Uma empresa que mantém um relacionamento próximo com seus fornecedores, conhece melhor a capacidade de seus parceiros de abastecimento.

E será capaz de dar uma resposta mais rápida ao mercado diante das adversidades. 

Procuram diversificar

Diversificar a oferta e até mesmo os locais de atuação pode ser vital para empresa.

Muitas organizações têm explorado como fabricantes externos podem apoiar na movimentação de produtos. 

São condicionadas às interrupções

Organizações resilientes parecem ter em sua cultura corporativa o costume de lidar com pequenas interrupções, o que as condicionam a se manterem flexíveis e resistentes.

Essas empresas também apresentam uma boa comunicação com seus funcionários, os mantendo cientes de seus objetivos, além de dar autonomia em seu trabalho.

Estes foram alguns aspectos encontrados em organizações que mostraram ter uma cadeia de suprimentos resiliente diante de ameaças externas. 

É importante entender que sim, essas adversidades existem, ocorrem com mais frequência do que o esperado e é preciso se preparar o quanto antes para enfrentá-los. 

Se você quer ter acesso a mais conteúdos sobre o gerenciamento de processos logísticos, siga as nossas páginas no Facebook e no Linkedin para manter-se atualizado sobre as principais novidades do setor!

Posts relacionados

Deixe uma resposta