5 dicas de logística para supermercados 5 dicas de logística para supermercados

5 dicas de logística para supermercados

4 minutos para ler

A logística está presente em qualquer área de negócio. Mas, como cada empresa tem suas próprias particularidades, é preciso aplicar as operações logísticas de acordo com o perfil do empreendimento.

Neste post, vamos tratar do assunto focados em um negócio específico: o supermercado. Veja, a seguir, 5 dicas de logística para supermercados, mas que também poderão ser aplicadas em outros segmentos!

1 – Entenda as atividades envolvidas no processo de armazenagem

Supermercados trabalham com um volume elevado de mercadorias de naturezas diferentes. As dimensões do armazém dependerão do fluxo de produtos e pessoas e do tamanho do próprio supermercado.

De qualquer modo, o gestor deve estar atento às principais atividades relacionadas ao processo de armazenagem:

  • Recebimento;
  • Inspeção;
  • Endereçamento;
  • Estocagem;
  • Separação;
  • Embalagem;
  • Carregamento;
  • Expedição;
  • Emissão de documentos e inventários.

2 – Ajuste os sistemas de armazenagem ao perfil do estabelecimento

Um bom sistema de armazenagem contribui para que o supervisor efetue um gerenciamento eficaz. Os sistemas de voice picking, por exemplo, permitem que ele grave mensagens todos os dias em um tipo de rádio e os funcionários recebam tais comunicados mediante um fone de ouvido. Boa parte dos supermercados que adotou esse sistema ficou satisfeita com os resultados obtidos ao final de um determinado período.

Os sistemas de armazenagem podem ser ajustados ao perfil do supermercado, satisfazendo suas necessidades. As caixas de leite, por exemplo, são produtos muito perecíveis, sendo recomendado um empilhamento com uma quantidade máxima de caixas. Assim, uma prateleira pode ser projetada de forma a conter somente a quantidade permitida.

Além das prateleiras e estantes, os supermercados geralmente contam com sistemas como cantilevers e porta-paletes. Todos são eficientes, cabendo ao gestor escolher aqueles que mais se adéquam à sua realidade.

3 – Estabeleça um posicionamento estratégico nas prateleiras

Durante a armazenagem, além dos cuidados relacionados à fragilidade de cada produto na hora de colocá-los sobre as prateleiras (produtos mais leves e menores ficam na parte de cima), é preciso também considerar o posicionamento estratégico nas prateleiras. Isso significa que aqueles produtos que vendem muito devem estar localizados no estoque em locais de acesso fácil para o repositor.

Resumindo: produtos com muita demanda devem ficar alocados em locais de fácil acesso para o repositor; itens com baixa demanda podem ficar postos em lugares sem tanta acessibilidade.

4 – Faça um controle eficiente de estoque

Um controle adequado de estoque deve considerar alguns pontos, como o uso otimizado do espaço nas três dimensões, ou seja, largura, altura e comprimento. Todas as instalações devem permitir um deslocamento e movimentação ágil dos produtos em qualquer direção, desde o recebimento até a expedição.

O controle eficiente de estoque vai levar em conta todas as atividades desenvolvidas na armazenagem, esforçando-se para que sejam efetuadas com agilidade e ofereçam os melhores resultados. Essas atividades devem estar bem integradas entre si e o responsável (ou responsáveis) por coordená-las deve possuir conhecimento sobre o assunto e muita responsabilidade.

A logística em supermercados apresenta, em geral, custos altos, mas é fundamental para garantir um bom atendimento e a oferta de produtos de boa qualidade.

5 – Aposte na utilização da tecnologia

Para ajudar a reduzir os custos de logística, uma boa alternativa é adquirir um software de logística para gerenciamento de estoque. Além de diminuir custos, ele aumenta a eficiência das operações. Informatizar a gestão de estoque é uma maneira de integrar esse setor a outras áreas, como departamento de compras e caixa. Usando a tecnologia, é possível emitir relatórios que identificam erros, facilitando a correção deles e a melhoria dos trabalhos.

A catalogação eletrônica, por exemplo, favorece a localização rápida de determinado item e sua transferência para o local de venda. Em muitos supermercados, já usam robôs, carrosséis de metal e diferentes recursos digitais para melhorar a eficiência.

E você? O que pensa sobre a logística em supermercados? Deixe seu comentário!

 

ORBIT Logistics é um dos principais fornecedores mundiais de soluções de gerenciamento de estoque (VMI – Vendor Managed Inventory e SCM – Supply Chain Management) e aquisição de dados em tempo real.

Nossa empresa, fundada em 2003, fornece um sistema modular para gerenciamento e automação da cadeia de suprimentos, atendendo clientes globais a partir de escritórios em Leverkusen (Alemanha), Atlanta (EUA), São Paulo (Brasil) e Shanghai (China). Uma equipe altamente qualificada, composta por mais de 40 engenheiros e técnicos, oferece soluções “turn key” personalizadas para gestão e monitoramento de processos.

Para mais informações:

ORBIT Logistics Brasil
www.orbitlog.com.br
dante@orbitlog.com.br

Tel.: (11) 3796-1755 / 1756
Cel.: (11) 96420-1701

Posts relacionados

Deixe um comentário