3 ferramentas para controle de estoque que você tem que conhecer

4 minutos para ler

Um dos processos mais complexos e onerosos é a gestão do seu inventário, tanto de insumos como de produtos acabados. Por isso, é fundamental contar com metodologias e ferramentas para controle de estoque que sejam capazes de fornecer informações precisas.

Custos elevados, desperdício de materiais e retrabalhos são inaceitáveis em uma empresa que deseja permanecer competitiva em seu ramo de atuação. Por esse motivo, criamos uma lista de ferramentas que podem ser adotadas para aumentar a eficiência.

Continue lendo para conhecer como melhorar os resultados do gerenciamento de estoque!

 

Qual é a importância do acompanhamento do estoque?

Em primeiro lugar, os estoques estão relacionados diretamente com o resultado financeiro obtido pela indústria. Ou seja, quanto maiores os seus níveis, maior será a imobilização de capital que poderia ser direcionado para outros investimentos.

Portanto, o objetivo dos gestores é alcançar um equilíbrio entre a disponibilidade de produtos e o atendimento da demanda. Para atingir esse resultado, a adoção de ferramentas eficientes é um fator primordial.

 

Quais ferramentas para controle de estoque oferecem melhores resultados?

Existem diversas formas de gerenciar o estoque, seja por meio de processos internos, seja por meio do gerenciamento de estoque conduzido pelo fornecedor. Isso representa um avanço importante para garantir a otimização dos resultados.

 

  • 1. Etiquetas e códigos de barras

A utilização de código de barras no comércio varejista é ampla. O que poucas pessoas sabem é que a sua aplicação na indústria também pode ser bem-sucedida.

O seu funcionamento inclui a utilização de leitores de códigos de barras que são acionados quando os itens entram no estoque e são registrados no sistema. O mesmo ocorre no momento da saída, no qual há a baixa do material. Esse método torna o controle mais preciso e ágil, evitando erros nos registros.

 

  • 2. Just in time

Esse método de controle de estoque teve origem na Toyota e foi desenvolvido entre as décadas de 1960 e 1970. Esse período foi marcado pela recuperação do Japão após a Segunda Guerra Mundial, portanto, havia a necessidade de racionalizar recursos e evitar o desperdício de materiais.

O just in time envolve todo o processo de abastecimento, pois determina que a reposição de insumos deve ocorrer somente quando necessário. Essa medida evita o acúmulo de materiais armazenados e reduz os custos para a sua manutenção.

 

  • 3. Sistema de gestão integrada

Como o objetivo da gestão do estoque é acompanhar a quantidade disponível, tanto de matérias-primas como de mercadorias acabadas, a sua precisão é fundamental. Por isso, os sistemas de ERP, cuja sigla significa Enterprise Resource Planning, ou Sistema Integrado de Gestão Empresarial, foram desenvolvidos para essa finalidade.

A palavra-chave aqui é integração, com isso, é possível:

  • cadastrar materiais e fornecedores;

  • calcular a margem de lucro sobre os custos;

  • registrar as entradas e saídas de materiais;

  • contabilizar o custeio de aquisição de insumos.

Enquanto os controles manuais ainda são amplamente utilizados, os sistemas informatizados agilizam os processos e organizam as informações.

É importante destacar que todas as ferramentas para controle de estoque citadas neste post são compatíveis com o Vendor Managed Inventory (VMI). Se a sua indústria oferece esse tipo de serviço aos clientes, pode-se, inclusive, combinar mais de um método para personalizar o atendimento.

Continue aprimorando os seus conhecimentos logísticos. Confira o nosso post sobre a relevância estratégica da logística interna da empresa!

 

ORBIT Logistics é um dos principais fornecedores mundiais de soluções de gerenciamento de estoque (VMI — Vendor Managed Inventory e SCM — Supply Chain Management) e aquisição de dados em tempo real.

Nossa empresa, fundada em 2003, fornece um sistema modular para gerenciamento e automação da cadeia de suprimentos, atendendo clientes globais a partir de escritórios em Leverkusen (Alemanha), Atlanta (EUA), São Paulo (Brasil) e Shanghai (China). Uma equipe altamente qualificada, composta por mais de 40 engenheiros e técnicos, oferece soluções “turn key” personalizadas para gestão e monitoramento de processos.

Para mais informações:

ORBIT Logistics Brasil
www.orbitlog.com.br
dante@orbitlog.com.br

Tel.: (11) 3796-1755 / 1756
Cel.: (11) 96420-1701    

Posts relacionados

Deixe uma resposta